a imagem ilsutra o uso de um chemex

Chemex: um método perfeito para um café puro e aromático

A chemex é um jarro de vidro refinado capaz de gerar uma bebida delicada e mais limpa com gosto bem diferente. Além disso, é aceitável brincar durante o consumo do café, utilizando diferentes acessórios para descobrir aqueles que funcionam bem para você. 

O que é chemex?

A chemex é um frasco de vidro com uma coleira em madeira polida, retido por um fio em couro, com forma de ampulheta e pontudo no centro. Dessa forma, o refinado colarinho afasta o calor do café e permite que o líquido seja servido sem arder as mãos.

A criação é do alemão Dr. Peter Schlumbohm, em 1941, para fazer a filtragem, já que o autor usava filtros de laboratório mais grossos. Por isso, o modelo do frasco exige uma moldagem dos passadores comuns, além de ser um item de bom gosto e sofisticado.

a imagem ilustra o uso do chemex
A chemex é uma jarra de vidro com um colar de madeira polida que é retido por um fio de couro. Imagem de freepik no Freepik

Quais são as vantagens da jarra de filtrar café?

Ela gera uma bebida clara e realça a qualidade do grão, seu método é adaptável com design refinado e possui vários tamanhos. Além disso, o filtro é bem mais firme, o vidro é de borossilicato e conta com uma tripla divisão, para não passar os resíduos para o café.

Como preparar o café na chemex?

Para usar a chemex é preciso aquecer o filtro de papel, ter noção da porção de café e água e a moagem precisa ser mais espessa. Então, é ideal tampar todo o pó com água e aguardar de 30 a 40 segundos a técnica de pré-infusão.

a imagem ilustra o uso do chemex
Os grãos usados pela chemex precisam ser selecionados para fortalecer o sabor do café. Imagem de Bruno Cervera no Pexels

A proporção indicada é de 21 gramas para 300 ml de água, é vital usar uma balança para não errar a quantidade, o modo de preparo é:

  • escolha um bom café e selecione a quantidade básica para a preparação;
  • dobre o filtro e posicione na jarra, deixe a divisão tripla para a frente;
  • ferver a água até atingir 93ºC ou até iniciar o borbulho, em seguida, desligue;
  • aqueça com a água recém-fervida o filtro;
  • ponha o café no filtro e comece a hidratação, despeje água até envolver todo o pó;
  • logo após, adicione a água em cursos baixos e circulares;
  • quando a destilação parar e remova o filtro com atenção.

Como reutilizar os filtros e a borra?

O filtro se pode reciclar para o artesanato, nas técnicas de aquarela e para encapar caixas e cadernos. Já a borra de café serve como adubo e repelente para as plantas. Desse modo, para preparar o café não é possível reutilizá-lo, pois é preciso retirá-lo para reciclar. 

Diferente dos demais filtros e métodos para coar, o chemex se faz com um disco de papel mais compacto, onde se dobra em quatro e encaixa na base.

a imagem ilustra um chemex
A jarra ideal deve se adequar ao tipo de grão de café. Imagem de freepik no Freepik

Qual é a importância dos grãos usados na chemex?

Para a chemex é vital contar com café em grãos ilustres e obter o moedor em casa para fortificar o sabor da bebida. Além disso, o ideal é limitar a compra dos grãos para durar um mês e guardar em pote vedado a vácuo para manter o frescor.

Além dos grânulos, é possível escolher o tipo ideal de jarra, pois existem variações adaptadas da versão clássica mais conhecida que é a:

  • classic series, é a opção mais popular entre os amantes do café;
  • ottomatic, versão elétrica que automatiza o modo de preparo;
  • hand blown séries, jarras feitas a mão por artesãos especializados;
  • chettle, possui um bico longo e fino para o controle do fluxo de água na preparação; 
  • 3-cup, para aqueles que desejam preparar uma quantidade menor de café.

Orientações sobre a moagem dos grãos

A granulometria da moagem tem um papel essencial na hora de extrair o café em grãos, já que ao moer ocorre o modo de oxidação e se perde o sabor, aroma e textura. Por isso, para manter os atributos sensoriais, a moagem pré-preparo é a melhor indicação.

O moedor de grãos ideal vai de acordo com o perfil de consumo de cada indivíduo, como a frequência que prepara o café, tipos de técnicas que mais aprecia e o tempo disponível. Desse modo, o mercado capacitado oferece dois tipos: o moinho de rebarba e o de lâmina.

a imagem ilustra o uso do chemex
A limpeza é essencial para um preparo de qualidade na jarra de vidro. Imagem de Maria Orlova no Pexels

Como limpar a chemex após o uso?

É ideal limpar a chemex com água e um pouco de detergente, passar com cursos circulares e logo após enxaguar. Além disso, pode levar na lava-louças, na condição de retirar a argola de madeira e ter cuidado ao manipular para evitar acidentes.

Medida e temperatura da água

A água é responsável por mais de 90% do preparo e a temperatura ideal é quando começa a ebulir no fundo da vasilha. Assim, também pode esperar a ação de fervura e aguardar 20 segundos para usar, a medida é 10 ml para cada grama de café moído na hora.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.