Pontuação

Pontuação de café: descubra como funciona e a importância dela

Parece inusitado, mas é possível fazer a pontuação de café, aliás, vale ressaltar que, essa atividade é feita por profissionais que seguem sempre um padrão rigoroso. Então, ela tem como base algo concreto e que pode ajudar diversos cafezeiros.

Por que fazer a pontuação do café é importante? 

A pontuação do café é importante porque ela consegue guiar o consumidor. Ou seja, através dela é possível entender a bebida antes mesmo de prová-la, determinar se aquilo estilo te agrada, e assim, evitar experiências ruins. 

No mercado, existe uma variedade infinita de café forte, doce e até fraco. Além disso, há diversos tipos de preparos. Mas, a verdade é que, apesar dele ser uma das bebidas mais consumidas no mundo, alguns estilos podem não agradar. 

Enquanto que para algumas pessoas tomar café faz parte da rotina, para outras, é algo bem sério. Inclusive, existem indivíduos que fazem disso um hobby. Então, nesse caso, existir uma pontuação pode ajudar muito. 

pontuação: a imagem mostra um homem degustando um café
A pontuação de café é feita de forma bem criteriosa. Imagem de ClaroCafe do pixabay.

Quais são os profissionais responsáveis por definir a pontuação do café?

Para fazer a pontuação do café existem os degustadores e provadores. Dessa maneira, esses profissionais são responsáveis por fazer um verdadeiro raio x no café, e definir a sua qualidade. 

Há diferença entre o degustador e o provador?

Não existe diferença entre o degustador e o provador. Além disso, vale destacar que no mercado, esse profissional ainda pode ser conhecido como barista ou até mesmo classificador. 

É importante saber que, em relação ao barista, ele é preparado para fazer tanto a pontuação quanto alguns drinks com cápsulas. Ou seja, ao contrário dos outros, ele tem uma função a mais. 

O que é necessário para se tornar um degustador ou provador?

No Brasil ainda não existe ensino superior para degustador ou provador de café. Entretanto, quem tiver interesse, pode realizar o curso, que via de regra tem a duração mínima de dez horas. 

Qual o segredo para escolher um bom curso de provador? 

Caso seja do seu interesse fazer entrar no ramo, escolha uma rede de ensino que forneça um certificado válido para o mundo inteiro. Assim, você terá mais liberdade e credibilidade para fazer as pontuações. 

Qual o salário de um pontuador de café? 

Em média, o salário de um pontuador ou degustador de café é de R$ 1.916,16. Entretanto, esse valor pode ser elevado conforme a sua experiência e nível de autoridade que tiver no mercado. 

Quais são os passos para fazer a pontuação? 

Para fazer a pontuação do café é necessário seguir diversos passos. O primeiro, é torrar o grão por um profissional de torra. Em seguida, ele será moído e distribuído em diversas xícaras, depois:

  1. o café será distribuído em pequenas xícaras;
  2. a análise do aroma será feita pelo degustador;
  3. é inserido água nas xícaras;
  4. o provador terá que avaliar a textura do café.

Por fim, o profissional deve esperar a bebida esfriar para prová-la. Contudo, isso precisa ser feito com a colher e ele não poderá engolir o café. Isso porque, a intenção é que ele passe por toda a boca. 

Quando líquido passar por toda cavidade bucal, ele será engolido. Dessa forma, depois de todo esse processo, o degustador terá a base para definir a pontuação e ela será publicada em páginas de revistas ou até na página da própria empresa.  

É necessário provar quantas xícaras? 

Para fazer uma avaliação perfeita, o provador precisa degustar cinco xícaras de 7g à 10g. Entretanto, esse número pode ser alterado conforme a complexidade da bebida cafeinada. 

Curiosidades sobre a pontuação da café

A primeira curiosidade sobre a pontuação é que, o café precisa ser servido sem coar. Afinal, a ideia é ter uma experiência completa e sem influência externa. Desse modo, se o filtro for usado, ele pode mudar o cheiro ou sabor da bebida. 

Outro fator interessante é que, o degustador precisa fazer o mesmo movimento em todas as xícaras. Ou seja, na hora de testar a textura, todos os líquidos precisam ser mexidos da mesma forma. 

Há a avaliação de diversos lotes diários 

Em média, há cerca de 800 a 1000 lotes de café avaliados todos os dias. Dessa maneira, existem indivíduos que fazem dessa a sua profissão. Inclusive, você pode encontrá-los em:

  • cooperativas e exportadoras; 
  • laboratórios particulares de análise sensoriais.

É interessante deixar claro que, como a cafeína em excesso pode fazer mal ao corpo, todo teste é feito de forma segura. Logo, esses profissionais não extrapolam limites diários. Além disso, eles fazem exames periódicos para averiguar o corpo. 

pontuação: a imagem mostra um café em uma garrafa de vidro
Todas as características contam na hora de fazer a pontuação do café. Imagem de ClaroCafe do pixabay.

Todas as características contam na hora de fazer a pontuação do café. Imagem de ClaroCafe do pixabay.

Como funciona a pontuação final?

Agora que você já conhece um pouco sobre a profissão e como fazer a pontuação do café, chegou o momento de descobrir como é feita a definição.  Então, primeiro, ele precisa seguir de forma rigorosa o protocolo da SCA (Specialty Coffee Association), depois:

  1. o provador deverá identificar a amostra;
  2. ele precisa definir o nível da torra;
  3. depois, deve preencher o campo do aroma;
  4. por fim, avaliar o sabor do café. 

Para fazer a pontuação, o avaliador recebe uma ficha e nela preenche a nota de cada um dos pontos citados. Então, imagine que o café teve a nota 7.5 em aroma e 8 em sabor. Assim, a média precisa tirar a média para definir a nota final. 

O analisar em relação ao sabor? 

É dever do degustador informar na ficha se a bebida tem o sabor intenso, se o sabor dela fica impregnado na boca e a sua textura. Ou seja, ele determina se ela é viscosa, cremosa ou rala. 

O que o protocolo da SCA define sobre a doçura do café? 

Para a SCA, o café doce existe quando há presença de qualquer tipo de doçura nele. Ou seja, ela foge um pouco do senso comum. Isso porque, seguindo essa linha, fica mais fácil inserir o líquido em grupos específicos. 

O que acontece com os defeitos?

É dever do degustador registrar qualquer tipo de defeito. Logo, se o problema for leve, a bebida perde apenas pontos, mas em casos graves podem ser descontados até quatro. 

Determinar a pontuação do café não é algo fácil. Entretanto, se seguido todos os passos, ela é feita com precisão. Dessa maneira, o consumidor que fizer a prova, poderá ter uma boa experiência. 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.