Conheça os principais tipos de grãos de café

Os grãos de café têm o poder de gerar a segunda bebida mais consumida no mundo. Aliás, todos os dias, são servidas mais de 400 bilhões de xícaras, algo impressionante.

Nada mais justo do que conhecer mais a fundo sobre essa bebida tão amada. Afinal, o próprio Brasil é um grande produtor nos últimos 150 anos.

Com isso, está claro que você pode escolher melhor se conhecer mais sobre os grãos. Portanto, o texto a seguir vai informar sobre os tipos produzidos.

Grãos de café do tipo Arábica

O Arábica se originou na Etiópia, mas logo espalhou-se pelo mundo. Assim, a qualidade do grão melhora conforme seja cultivado em grandes altitudes. Inclusive, no início, o plantio de café era sempre feito nas regiões montanhosas.

Quanto ao visual, eles são finos e ovais, com um aroma agradável. Além disso, o teor de cafeína presente é menor.

Estados brasileiros que mais produzem esse tipo

Hoje em dia, há algumas regiões que trabalham mais com esse tipo de café. Enfim, são eles:

  • Bahia;
  • Espírito Santo;
  • Minas Gerais;
  • Paraná;
  • São Paulo.

Em detalhes, os grãos Arábica possuem essas como principais características:

  • Espécie: Coffea arabica;
  • Quantidade de cafeína entre 0,8% e 1,4%;
  • 6% a 9% de açúcar;
  • 15% a 17% de óleos essenciais;
  • O kg custa cerca de R$50.

O Bicafé possui cápsulas 100% Arábicas, não deixe de conferir e experimentar.

Café Bourbon

Outro destaque do tipo Arábica é que ele gerou essa variação. Portanto, seu nome remete à sua origem, na ilha de mesmo nome, em Madagascar. Por outro lado, no Brasil, ele chegou em 1859 no Cerrado Mineiro.

Seu cultivo também deve ser em lugares altos. Além disso, o plantio ocorre acima de 800 metros, o que requer cuidado e dedicação.

Mesmo assim, o processo vale a pena, pois o resultado são grãos de altíssima qualidade. Dessa maneira, algumas de suas características são:

  • Aroma intenso;
  • Sabor com toques de avelã;
  • Acidez baixa;
  • Bebida mais doce, com tons de chocolate.

Ainda há outras duas variações: Bourbon Vermelho e Amarelo, com ambas mantendo a excelência. Porém, o diferencial fica no plantio da segunda que é mais fácil, além de mais resistente.

Os grãos de café Robusta

A bebida gerada pelo tipo Robusta é considerada forte. Por exemplo, em comparação com o tipo Arábica, seu teor de cafeína é dobrado.

Sua resistência torna possível a adaptação em diversos ambientes, facilitando o cultivo. Como resultado, esse é um dos mais produzidos no mundo todo.

Este tipo de café é conhecido pela baixa acidez, sabor suave e corpo pesado. Aliás, o Robusta surge da mistura de outros grãos.

Grãos de Café Geisha

É um dos mais famosos e é produzido em solo mineiro. Inclusive, em 2018 ele ganhou o troféu Cup of Excellence de melhor café do Brasil. Então, confira suas principais características a seguir:

  • Notas trufadas;
  • Sabor delicado;
  • Aromas florais.

País de origem dessa variedade

Apesar do nome lembrar o Japão, não há relação entre eles. Na verdade, sua produção se originou na Etiópia, assim como o Arábica. Agora, seu cultivo é mais presente na América Latina, especificamente no Panamá.

Esse tipo é o grande destaque na província de Chiriqui. Por fim, mesmo rendendo menos, sua exportação ocorre para diversos países do mundo.

Importância de conhecer os tipos de grãos de café

Ao longo deste artigo, deu para conhecer um pouco sobre os tipos de café. Dessa forma, a ideia é poder explorar um pouco mais desse universo, descobrindo novos sabores.

Existem os mais delicados, suaves, como também os de sabores mais amargos. Portanto, cada um causa diferentes sensações ao paladar quando consumidos.

Com isso, conhecer as espécies ajuda a ir além de escolher apenas pelo preço. Acima de tudo, vale levar em conta seu sabor e aroma.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *