Quanto de cafeína se pode ingerir por dia? Saiba a quantidade ideal para você

A cafeína está presente na rotina da maioria das pessoas. Aliás, para alguns uma xícara de café é essencial para poder começar o dia bem. Porém, os efeitos colaterais do consumo  em excesso são ruins, logo, deve ter um limite para não causar problemas para a saúde.

O que é a cafeína?

É um composto encontrado em diversas bebidas, mas em especial no café. Seu uso é muito comum, pois muitas pessoas têm o hábito de tomá-lo todos os dias. No entanto, há casos em que o seu uso é exagerado e causa prejuízos para a saúde.

O uso do composto é diverso e pode melhorar a rotina quando consumido do jeito certo, aliás, até médicos podem incentivar isso. Então, alguns fatos curiosos e pouco falados dessa substância são: 

  • É o composto mais consumido do mundo;
  • Presente em maior quantidade no café;
  • Alguns chás também possuem a cafeína;
  • Seu efeito dura de 8 a 15 horas.

Essa substância é usada como suplemento em alguns casos, porque possui vários benefícios. A princípio, sua função principal é dar mais energia e disposição. Desse modo, é bom saber equilibrar o seu consumo.

Melhores horários para tomar café

Um assunto pouco comentado é que existem horários mais indicados para tomar algo com cafeína. Isso porque os hormônios têm uma hora certa para atuar, assim, a substância pode atrapalhar ou ajudar. Pesquisas apontam quais são as melhores horas, por exemplo:

  • Das 9h até às 11h30;
  • Entre 13h30 e 17h.

A manhã e o pós-almoço são momentos bons para beber um pouco de café. Mas, vale lembrar, que após as 17 horas não se indica ingeri-lo, pois pode atrapalhar o seu sono.

O café e o metabolismo

Esse estudo leva em conta o hormônio cortisol, que quando está alto diminui o efeito dessa bebida no corpo. Portanto, nesses horários a sua quantia está baixa, assim, você poderá aproveitar os benefícios de uma xícara de café.

Foto: A cafeína é indicada para a manhã e após o almoço.

Qual a quantia ideal de cafeína por dia?

Saber a quantidade ideal de cafeína por dia é importante para não exagerar. Embora seja uma substância comum, tomar alguns cuidados é preciso. Aliás, o alto consumo pode trazer doenças para uma pessoa saudável.

O órgão Anvisa indica o consumo de até 400mg por dia, que seriam mais ou menos 5 xícaras de café. Porém, se você apresenta alguma doença cardíaca ou ansiedade, a quantia deve diminuir. Então, é essencial levar em conta os seguintes pontos:

O mais importante para usar esse composto do jeito certo é entender os sinais do seu corpo. Desse modo, vale a pena analisar e até testar se alguns sintomas que você sente vem do café. Assim, não terá problemas e não precisará cortar totalmente o seu uso.

A cafeína pode viciar?

Por estimular o cérebro, muitos se perguntam se a cafeína pode viciar ou até ser como uma droga. Mas, mesmo com efeitos colaterais, caso pare o consumo, ele não tem o mesmo sintoma de uma droga. 

Cuidados com o consumo

O que faz o café parecer viciante é porque ele dá energia e motivação. Assim, algumas pessoas ficam viciadas nessa sensação e passam a consumir mais. Por isso, é preciso cuidar para não tomar muitas xícaras por dia. 

Malefícios da cafeína

Um grande efeito do consumo exagerado de cafeína é a ansiedade, pois a substância ajuda a manter a atenção. Porém, quando consumido em muita quantidade ou em quem já tem o distúrbio, esse sintoma surge. Portanto, é importante ter limites e evitar exageros.

Outro problema comum e que também se relaciona com a ansiedade é a insônia. Mas, em uma quantia normal, é claro que não afetará o sono. Por esse motivo, indicam que não consuma café à noite ou no entardecer.

Alguns efeitos pouco falados que podem ocorrer para quem toma quantias altas de café são, por exemplo:

  • Problemas de saúde;
  • Micção em excesso;
  • Dor de cabeça;
  • Cansaço;
  • Estresse.

Coração acelerado

Beber café pode fazer o coração aumentar seu ritmo em excesso. Então, se você notar uma frequência muito forte é melhor diminuir a quantia. Ainda mais, se consumir em doses altas todos os dias, ele pode causar problemas de coração.

Problemas de digestão

Um efeito pouco comentado é o estímulo do intestino e do estômago. Assim, pode causar diarréias e piorar casos de gastrite e refluxo. Então, se notar algum desses sintomas é bom diminuir a quantia que se ingere.

Benefícios da cafeína

O benefício mais comum da cafeína é aumentar a energia e o foco, por isso, o consumo é maior de manhã. Por exemplo, seu uso ajuda a ter mais ânimo para trabalhar ou até para se manter acordado numa viagem, 75mg fazem esse efeito.

Ideal para quem treina

Para quem se exercita, ela também cumpre a função de reduzir o cansaço e aumentar o desempenho. Ainda mais, o café acelera a queima de calorias, pois aumenta o calor no corpo. Ou seja, é uma boa opção para quem treina ou quer perder peso.

Melhora a memória

Um ponto pouco comentado é que seu consumo melhora a memória e mantém o cérebro ativo. Além disso, há até estudos que sugerem que a substância evita o Alzheimer e outros problemas de memória. Então, o seu uso pode ser bom para pessoas de idade avançada.

É importante conhecer seu limite

Assim como qualquer outro alimento, exagerar no seu consumo é perigoso para a saúde. Por esse motivo, é crucial analisar seus benefícios do café ou malefícios a fim de encontrar a quantia certa para você. Além disso, é preciso saber se não tem alguma restrição.

Essa bebida é muito boa e traz mais energia se souber usar com moderação. Desse modo, tomar uma ou duas xícaras por dia já é uma boa quantia. Portanto, é bom ficar de olho em como seu corpo reage  e se é a melhor opção para você.

Conheça a Bicafé

A Bicafé tem diversas opções de café em cápsula que você pode degustar com moderação e ainda obter os benefícios da bebida. Então, conheça as melhores opções para manter o foco e a saúde.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.