café descafeinado

Café descafeinado: saiba para onde vai toda a cafeína dessa bebida

O café descafeinado é um tipo de café que vem com 3% de cafeína em sua composição, que é bem menor em comparação ao normal. Além disso, ele é uma boa alternativa para quem apresenta certa sensibilidade a essa substância.

O que é um café descafeinado?

Há pessoas que amam esta bebida, mas por algum motivo ou até mesmo reações, rejeitam-se a este produto. Dessa forma, é aí que entra o seu papel, pois ele é um tipo de café bastante encontrado no mercado, pois possui em si um baixo teor de cafeína

O café descafeinado é uma ótima opção para quem tem sérios problemas com esta substância, como por exemplo, o crescimento da ansiedade ou até mesmo insônia. Assim, ele é uma boa alternativa, pois apresenta uma pequena quantidade em sua fórmula.

Xícara amarela sobre píres de mesma cor em cima de mesa de madeira
O café descafeinado possui apenas 3% de cafeína em sua composição. Imagem de copsan no Freepik

O que é cafeína?

O café foi criado por um monge que pretendia ficar acordado para orar e que foi incentivado por um pastor de cabras, que percebeu que seus animais ficavam bem agitados ao ingerir uma planta com grãos vermelhos.

Nos dias atuais, a cafeína é o ingrediente principal na composição do café e é um composto químico natural e também estimulante, muito encontrado nas fórmulas de alguns alimentos, como:

  • chás;
  • refrigerantes;
  • chocolates;
  • cafés.

Ela age diretamente como um estimulador do sistema nervoso central e sua principal função é combater a fadiga e trazer uma sensação de bem-estar. Após uma moderada dose, é possível ter ânimo, aumento da concentração, redução do cansaço e da sonolência.

Café descafeinado: para onde vai essa bebida?

Criada para quem apresenta sensibilidade à cafeína, ele possui apenas 3% dessa substância e, mesmo assim, deve ser consumido com moderação. Dessa forma, recomenda-se que sejam ingeridas de 250 a 500 ml, por dia, para os adultos.

Pode parecer um pouco difícil, mas a extração da cafeína é simples e envolve antes de tudo, retirar o máximo de sua concentração. Além disso, usa-se uma mistura de água e acetato de etila, além de fazer o ar circular, além de deixar escorrer todo o líquido.

Usada para a criação de medicamentos

A cafeína está presente em diversos alimentos e é possível encontrá-la também na fabricação de alguns medicamentos, como analgésicos, por exemplo. Bem como, em produtos próprios para a perda de peso e em diversos suplementos. 

Efeitos colaterais da cafeína

Segundo as conclusões de pesquisadores, o uso em excesso dessa substância pode causar sérias convulsões, principalmente para aqueles que fazem uso de remédios controlados.

E para essas pessoas, é necessário sempre se informar com o médico e perguntar qual a orientação adequada. Contudo, existem também outros problemas de saúde que impedem a pessoa de consumi-la e aí entra o papel do café descafeinado.

Um fator que precisa ser ressaltado, é que o uso desenfreado da cafeína pode causar diversos efeitos colaterais que podem prejudicar a saúde das pessoas. Dessa forma, os principais são:

  • taquicardia;
  • insônia;
  • dores de cabeça;
  • ansiedade;
  • palpitações.

O café causa vício?

Após a ingestão dessa bebida, ela atinge sua concentração máxima que varia de 30 a 45 minutos. Desse modo, é importante ressaltar que ela causa vício sim, pois a interrupção de seu uso pode causar abstinência em algumas pessoas.

Os sintomas dessa privação podem durar dias e eles são diversos, como: dor de cabeça, cansaço, fadiga, irritabilidade, tremores e tantos outros. Bem como, pode-se apresentar também:

  • humor depressivo;
  • irritabilidade;
  • dificuldade para trabalhar;
  • ansiedade.
Mulher bebendo café e comendo croissant em mesa de restaurante rústico
O café descafeinado é ideal para pessoas que não podem ingerir muita cafeína. Imagem de Dragana_Gordic no Freepik

Quais os benefícios do café descafeinado?

Uma boa notícia, é que os especialistas do mundo inteiro concordam que o café é uma excelente bebida, desde que consumam-se com cautela. Assim, ele estimula o corpo por meio das vitaminas e os sais minerais que ajudam no desestresse e alivia dores de cabeça.

Em sua composição pode-se encontrar potássio, que é ótimo para pressão arterial e um bom combatente de problemas cardíacos e de diabetes tipo 2. Além de possuir ferro, que renova as células do corpo, cálcio para os ossos e fósforo para a memória.

Outros benefícios de café descafeinado

Outro grande benefício que ele tem, é a prevenção de doenças seríssimas como Alzheimer e Parkinson. Bem como, seu uso moderado diminui as enzimas hepáticas, o que protege o fígado.

Desvantagens do café descafeinado 

Ele possui uma pequena desvantagem, pois aumenta a acidez no estômago e facilita o retorno dos alimentos para o esôfago. Assim, ele deve ser consumido com bastante moderação.

Diferença entre o café descafeinado e o normal

Uma xícara de café normal possui de 70 a 140 mg de cafeína. Assim, o que o diferencia o café descafeinado dos outros, é que ele tem somente 3 mg dessa substância. Portanto, essa quantidade não afeta o sono e diminui em 7%o risco de diabetes tipo 2.

Como o café descafeinado se tornou o queridinho dos consumidores?

Vista como a substância mais popular e mais consumida no mundo, o café descafeinado pode ser combinado com outras bebidas, com versões geladas, com leite e até mesmo com cremes.  

Independente de como ele será consumido, ele é o símbolo perfeito da modernidade, pois as pessoas não precisam deixar seus gostos de lado, por causa de problemas. Ou seja, dá para curtir seu sabor sem medo. Portanto, não deixe de curtir as cápsulas do Bicafé.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.