Torrador de café: o que vem a ser isso e como utilizar?

O que é um torrador de café e como utilizá-lo?

O torrador de café é um objeto que muda a maneira do preparo dessa bebida tão popular no mundo todo. Pois o processo chamado de torrefação influencia o sabor e os tipos de café vendidos no mercado, sendo uma bebida amada por muita gente.  

O que é um torrador de café?

O torrador de café é um utensílio ou maquinário que aquece o café na sua forma natural e facilita sua trituração. Por ser uma bebida presente na vida de muitas pessoas há tempos, sem dúvida o torrador acompanha esse processo e evolução.

No mercado os grandes produtores utilizam torradores a nível industrial e de grande proporções, ou seja, isso impacta diretamente o valor. Além da capacidade de tamanho e quantidade de café, o tipo de aquecimento influencia também.

Os tipos de aquecimentos comuns utilizados por produtores de café se resumem a três conforme a seguir:

  • gás;
  • ar quente;
  • elétrico.

Quando escolher é importante pesar as vantagens e desvantagens de cada um, para que assim a escolha seja a melhor para atendimento das necessidades. Afinal, o custo benefício é de grande importância em toda e qualquer compra de objetos. 

Como gerar o aquecimento de um torrador?

Há três principais queimadores que geram o aquecimento do torrador de café, são eles: caulim, atmosférico e micro chama. Porém, há uma preferência pela micro chama, pois os produtores prezam pela eficiência.

A fonte de aquecimento é algo primordial no processo de torrefação, pois a temperatura, constante e tempo vão interferir no sabor do café. Ou seja, são necessários cuidados e atenção com os queimadores do processo de torra.

Torrador de café: o que vem a ser isso e como utilizar?
Um café com a torra na medida certa torna-se uma bebida que pode ser saboreada em qualquer hora e lugar. Fonte: Foto Freepik.

Como diminuir a temperatura do torrador de café?

No maquinário do torrador de café há um sistema de resfriamento e fluxo de ar que diminui a temperatura. Dessa forma, evita a queima do café e a torrefação passe do ponto ideal, o que acarreta prejuízo ou perda do produto.

Outro ponto importante é que o equipamento tenha um resfriamento de bandeja onde ficará o café rápido. Pois se esse processo ocorrer lentamente poderá levar a perda da doçura presente no café, que acarretará perda de qualidade de sabor. 

Qual é o tempo ideal para o resfriamento?

O ideal é que esse resfriamento do torrador de café ocorra em até 4 minutos e o café fique em temperatura ambiente. De fato, é indiscutível o quanto o aquecimento e resfriamento são importantes para a qualidade e sabor do café.

É possível fazer um torrador de café caseiro?

Para fazer a torrefação em casa é possível adaptar como torrador caseiro uma pipoqueira elétrica, forno convencional, fogão a gás ou a lenha. Mas o ideal é comprar a semente do café já torrada para moagem para evitar acidentes, como os da Bicafé Brasil.

O uso de cada um dos torradores deve considerar alguns pontos importantes, para ter um produto de qualidade ao final da torra. Sendo que há alguns pontos que merecem destaque para quem deseja torrar o café, por exemplo:

  • quantidade;
  • qualidade do produto;
  • tempo;
  • temperatura;
  • mistura para manter a torrefação homogênea.

Em áreas rurais é comum fazer a torrefação em casa com a plantação do café. Assim é possível acompanhar todo o processo até conseguir provar essa bebida especial presente em diferentes horários ao longo do dia.

Qual torrador caseiro escolher?

Quem deseja optar por utilizar um torrador de café deve escolher o mais acessível, ou seja, o fogão a gás ou forno convencional. Porém, a atenção com a temperatura e tempo de torra devem ser observados para conseguir um café desejado e saboroso.

No forno o café deve ser colocado em uma assadeira em uma única camada, manter de 15 a 20 minutos com temperatura de 230 °C. Já no fogão é preciso mexer sempre para evitar a queimar, observar os barulhos de estalos e cor do café.

Uma dica é observar a coloração durante a torrefação, pois a cor mais clara indica café menos encorpado e escura café amargo, ideal para o tipo espresso. Mas é importante esperar  que esfrie antes de seguir para a etapa de moagem.

Quais são as torras obtidas com torrador de café?

As torras obtidas com o torrador de café variam de clara ou light, média e escura. O resultado de cada uma vai depender do tempo, qualidade do produto e temperatura. Pois cada uma torna o café especial com qualidades próprias, como:  

  • clara ou light: acidez acentuada, preserva os óleos aromáticos e fragrância suave;
  • média: rústico, equilíbrio entre sabor, amargor e acidez;
  • escura: Menor acidez, com maior amargor e coloração mais escura.

Cada tipo de torra vai agradar diferentes paladares, pois há pessoas com maior sensibilidade para o gosto amargo ou acidez. Porém, o café por ser uma bebida deliciosa e consumida com moderação, pois o exagero da cafeína não faz bem à saúde.

Torrador de café: o que vem a ser isso e como utilizar?
A torra é uma etapa importantíssima no processo de obtenção do café. Fonte: Foto Freepik.

Onde escolher tipos de cafés obtidos de torras diferentes?

Uma excelente opção para provar cafés com diferentes torras são os de cápsula, pois há vários sabores e opções para explorar. Certamente, no site da Bicafé Brasil opções e produtos de qualidade não faltam.

Não há dúvidas que as cápsulas oferecem facilidade e economia de tempo na hora de fazer um café. Afinal, o processo de torrefação exige várias etapas que vão desde o torrador de café até a moagem. Então, aproveite e se delicie com as cápsulas.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.