café faz bem para o coração

Café faz bem para o coração, descubra a verdade

Será verdade que o café faz bem para o coração? Enfim, sem dúvida ele faz parte do dia a dia dos brasileiros. Afinal, é quase impossível levantar de manhã e não usufruir dessa bebida estimulante.

Estudos já comprovaram que ele auxilia na prevenção de diversas doenças. Inclusive, ajuda a emagrecer. Entretanto, quais são os efeitos do café no corpo, principalmente, no coração? Logo, para saber a verdade, continue lendo.

Moderação é o segredo

Via de regra, tudo em excesso faz mal. Portanto, em doses moderadas, o café faz bem. Além disso, ele não aumenta as chances de a pessoa ter problemas cardíacos. Por exemplo, infarto e arritmia. 

Quanto à pressão arterial, o recomendado é tomar de 3 a 4 xícaras, no máximo. Afinal, o que prejudica é o consumo exagerado de cafeína. 

Os cardiologistas afirmam que pessoas hipertensas podem sim, beber café. Contudo, sem exageros. Então, nada de tomar 10 xícaras por dia. Pois, essa quantidade é capaz de alterar a pressão.

Café faz bem para o coração: herói ou vilão?

Pesquisas comprovaram que ele reduz o AVC em mulheres. Com efeito, certas doenças cardiovasculares também. Por exemplo, infarto e morte cardiovascular, sofreram redução de 10%.

Estudos em ratos confirmaram que a bebida evita mal de Parkinson e Alzheimer. Mas, e quanto à cafeína? Certamente, ela é conhecida pelo seu efeito estimulante e outros mais, como:

  • Deixa o indivíduo mais alerta;
  • Aumenta a energia;
  • Melhora a capacidade de aprendizado;
  • Ajuda na concentração.

O café faz bem para o coração e também para o cérebro. Mas, para quem possui sensibilidade à cafeína, a bebida pode ser prejudicial. Ou pessoas que sofrem de arritmia. Pois, esse composto químico pode afetar o sono e causar gastrite.

Vale ressaltar ainda que a bebida não faz mal para quem toma com regularidade. Porém, pode ser um problema para o indivíduo que nunca bebe.

E de repente, ingere uma grande quantidade. Logo, nesse caso, o café pode elevar os batimentos, causar convulsões e até mesmo infarto. Já que o organismo não está habituado a cafeína. 

Afinal, quanto da bebida pode ser consumida diariamente?

Isso depende do organismo de cada pessoa. Dessa forma, uns são mais tolerantes à bebida do que outros. Mas, há um consenso de que até 4 xícaras são mais do que o suficiente.

Café faz bem para o coração: o puro é melhor

A longo prazo, consumir a bebida totalmente pura diminui as chances de insuficiência cardíaca. Ou seja, sem adição de ingredientes, como:

  • Açúcar;
  • Leite com alto índice de gordura;
  • Cremes ricos em calorias.

Eles anulam os benefícios que a bebida proporciona a saúde. Por outro lado, o descafeinado não obteve o mesmo resultado do normal. 

Pelo contrário, foi constatada uma relação entre eles. Pois, esse tipo sem cafeína representa maior risco de causar insuficiência cardíaca. 

Propriedades e benefícios do café

Além do coração, outras partes do corpo são beneficiadas por essa bebida. Desse modo, confira algumas delas a seguir:

  • Inibe o apetite;
  • É diurético;
  • Também é laxativo;
  • Possui efeito de relaxante muscular, aliviando as dores;
  • Diminui a fadiga;
  • Reduz os sintomas de enxaqueca.

Ele também aumenta o efeito de outras substâncias do corpo. Por isso, acaba causando uma grande sensação de bem estar. Além disso, acelera o metabolismo, sendo um aliado na hora da dieta.

Ajuda na limpeza do intestino e estimula o fígado. Portanto, café faz bem para o coração e para o corpo em geral. Logo, pode consumir sem culpa. Porém, sem excessos. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.