Xícara branca e pequena com café preto em cima de pires de mesma cor sobre superfície de madeira rústica e sem verniz

Os 15 pontos positivos do café para você aumentar a ingestão dessa bebida boa para a saúde

Os pontos positivos do café vão além do sabor. A área da saúde, assim como a psicologia estudam há anos o líquido e listam seus benefícios para o corpo. Continue a leitura e conheça 15 benefícios de uma das bebidas mais consumidas pelos brasileiros.

Quais são os pontos positivos do café?

A lista dos pontos positivos do café para a saúde física e mental são inúmeros e fruto de estudos, há anos. O café tem propriedades antioxidantes, além de vitaminas e minerais que colaboram para o bom funcionamento do corpo humano, como por exemplo:

  • cafeína;
  • polifenóis;
  • cálcio;
  • potássio;
  • sódio;
  • magnésio.

O café, a saber, é a segunda bebida mais consumida pelos brasileiros, atrás apenas da água, segundo a ABIC (Associação Brasileira da Indústria do Café). A boa e velha xícara é consumida em quantidade acima de 1 milhão por dia no mundo todo.

A facilidade em beber um bom café, em especial, após o advento das máquinas de cápsulas de café, permitiu ao público brasileiro ampliar seu leque gustativo e dessa forma, potencializar a experiência com a bebida.

Listamos a seguir 15 benefícios que você deve conhecer ao incluir uma dose de café adequada em seu dia-a-dia. A apresentação varia entre a saúde física, assim como a mental.

Xícara branca com café preto em cima de pires pequeno branco que apoia pequena colher de metal sobre superfície coberta com capa de crochê e agenda azul ao lado direito
Uma dose da bebida contém alto teor de cafeína e ela é um dos pontos positivos do café. Imagem de FreePik.

Fonte potencial de energia para o corpo

Um dos pontos positivos do café é a cafeína e sua força energética para o corpo não é uma “fake news”. Os estudos científicos comprovaram a relação entre café e metabolismo em estimular o corpo, a fim de torná-lo mais atento.

Não é à toa que o café é item obrigatório de muitos pré-treinos. Além da energia, o café diminui o sono e combate o cansaço. Isso porque a bebida atua no sistema nervoso central, a fim de proporcionar resistência.

Pontos positivos do café no emagrecimento

Quando o assunto é a perda de peso, a ingestão de café é associada ao poder termogênico que advém da cafeína. Vale lembrar que o processo de queima é ativo por conta da aceleração do metabolismo. No entanto, só a ingestão de café não “promove milagre”.

Além disso, outro ponto positivo do café nesta pauta é a queima de gordura. Isso significa que, ao ingerir café, o sistema nervoso simpático é ativado e atua junto à oxidação lipídica, de modo a queimar as famosas gordurinhas. 

Fortalece a memória

O consumo de café fortalece a capacidade de memorização com prazo de até 1 dia, conforme o estudo da Universidade americana Johns Hopkins. O material foi publicado no periódico científico “Nature Neuroscience”.

A pesquisa contou com 44 colaboradores que consumiram maior teor de cafeína durante um determinado período. Obtiveram como resposta um aumento da capacidade de memória para situações, bem como informações das últimas 24h vividas.

Coopera com o intestino

Para quem sofre de prisão de ventre, um dos pontos positivos do café é importante, ao passo que a ingestão da bebida promove uma revolução no intestino. O café, a saber, ajuda na liberação de um hormônio que ajuda o intestino a realizar os movimentos gástricos.

Por sua vez, as contrações do intestino também são estimuladas e ajudam a “expelir” os resíduos. O consumo do café também é vinculado à produção do líquido biliar, que coopera para soltar o intestino e dessa forma, promover mais idas ao banheiro.

Reduz a chance de problemas cardíacos

Beber café faz bem ao coração e a pesquisa desenvolvida pela Universidade de Harvard, a saber, comprova isso. O estudo feito pela escola americana contou com a participação de 140 mil pessoas que ingeriram 4 doses por dia da bebida por tempo determinado.

Os registros científicos indicaram que essa dose diminui cerca de 11% a chance de sofrer com a insuficiência cardíaca, processo em que o coração não bombeia sangue de modo adequado para todo o corpo. Veja a seguir um conteúdo acerca desse tema.

Um dos pontos positivos do café é que reduz o risco de AVC

Ingerir café pode diminuir o risco de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), conforme a pesquisa da Nurses Health Study. O presente trabalho analisou mais de 83 mil mulheres que consumiam café de modo regular.

A dosagem adequada, por sua vez, age a partir do efeito antioxidante do café e isso afeta, de forma positiva, o acúmulo de gordura saturada. Além disso, a bebida diminui a resistência à insulina e esses são os dois principais gatilhos de um possível AVC.

Previne o surgimento de diabetes

Por diabetes, compreende-se a elevação no nível de açúcar no sangue, e então esse processo é conhecido por hiperglicemia. E o café consumido, duas vezes ao dia, se mostra parceiro da prevenção à doença, segundo pesquisa publicada na National Medicine Library.

Essa pesquisa reuniu 200 mil pessoas dos continentes europeu e asiáticos, além dos EUA e indicou chance 35% menor de casos de diabetes. 

Um dos pontos positivos do café, mesmo o descafeinado, é o aumento da sensibilidade à insulina e dessa forma, diminui a chance do aparecimento da diabetes tipo 2.

Ajuda no combate à depressão

Para esse apresentar esse dado, a Universidade de Harvard (EUA) analisou 50 mil mulheres que ingeriram café em doses moderadas. O resultado indicou chance 15% menor de depressão no público que consumiu, por sua vez, doses entre 2 e 3 xícaras por dia.

Isso comprova a eficiência da cafeína como estimulante, inclusive do humor. De tal forma que o café sem açúcar pode potencializar esse efeito. 

Combate às inflamações é um dos pontos positivos do café

A ingestão de café pode contribuir para a queda das inflamações no corpo. Isso porque a cafeína pode regularizar, assim como reduzir o processo inflamatório, que surge muitas vezes, de um sistema de imunidade não saudável.

O estudo da Universidade Stanford (EUA) indica que um dos pontos positivos do café é agir contra a inflamação crônica, comum no público sênior. Os estudos prosseguem para compreender o efeito da bebida enquanto prevenção de doenças crônicas.

Livra a chance de problemas de respiração

Beber café ajuda o pulmão a trabalhar melhor e dessa forma, pode evitar que doenças do trato respiratório apareçam. Alguns dos estudos disponíveis mostram que a asma tem 30% a mais de chance de aparecer em quem não bebe café de forma moderada.

Além disso, a ingestão de bebida auxilia a função do pulmão por até 2 horas. Outro ponto positivo de uma dose de café é relacionada ao efeito broncodilatador e que ajuda, por sua vez, no combate à fadiga dos músculos do pulmão.

Reduz a chance de ter pedras nos rins

Só quem já sofreu com a dor de uma pedra no rim sabe como é a situação. A Universidade do Sagrado Coração, na Itália, quis entender melhor sobre o surgimento das pedras nos rins e analisou o efeito do café, a saber, como bebida de prevenção.

Os estudos mostraram, após a análise de 3 grupos com mais de 200 mil pessoas, que a amostra que consumia mais café diminuiu em 31% a chance de acumular massas sólidas nos rins e canais urinários, ou seja, de evitar o aparecimento das famosas pedras.

Xícara branca média com café espresso com leite em cima de superfície branca e ao lado de colher grande da mesma cor
Os antioxidantes são um dos pontos positivos do café em relação à prevenção do câncer. Imagem de FreePik.

Previne o câncer

A doença do século pode ser prevenida a partir de uma boa dose de café. Para comprovar essa afirmação, várias entidades de pesquisa se dedicam a entender a relação dos antioxidantes presentes no café no combate aos radicais livres que desenvolvem a doença.

Na Suécia, a Universidade de Lund, indica os pontos positivos do café em relação ao câncer de mama. Ao passo que o Instituto di Ricerche Farmacologiche Mario Negri, na Itália, aponta a bebida como fonte de prevenção ao câncer no fígado.

Previne o Mal de Alzheimer

O Journal of Neuroinflammation publicou, em 2008, que o consumo de café ajuda a proteger o cérebro de dietas ricas em gordura e dessa forma, coopera com a prevenção do Alzheimer.

A cafeína, por sua vez, é a responsável por cuidar do sistema nervoso central contra o ataque de certas substâncias químicas no sangue. Ao passo que, quanto maior o nível de colesterol, maior é a chance de se vulnerabilizar o cérebro da doença. 

Ameniza sintomas do Mal de Parkinson

No Canadá, o Instituto de Pesquisa da Universidade McGil avaliou 60 pessoas diagnosticadas com Parkinson e que após o consumo, por tempo determinado, de 2 xícaras de café diárias, como por exemplo a cápsula de lungo, apresentaram melhora motora.

Isso se explica pelo fato que um dos pontos positivos do café é o auxílio para o funcionamento de um neurotransmissor, a dopamina. A partir do momento que ela trabalha melhor, a coordenação motora consegue apresentar avanço frente aos sintomas da doença.

Diminui a chance de ter esclerose múltipla

O consumo entre 4 a 6 xícaras de café por dia pode diminuir a chance de desenvolvimento de esclerose múltipla, segundo a Universidade Johns Hopkins de Medicina (EUA). O estudo da entidade americana indica que a bebida tem efeito protetor do cérebro.

Isso se dá pela cafeína, um dos compostos presentes no café. A partir do efeito antioxidante, o cérebro desenvolve uma espécie de barreira que impede a entrada de substâncias químicas danosas. 

Os pontos positivos do café, por sua vez, ajudam a aumentar a expectativa de vida?

Ajudam a aumentar a expectativa de vida, ao passo que um dos principais pontos positivos do café é o seu efeito oxidante.O Instituto Nacional do Câncer, nos EUA, recomenda a ingestão de mais café para quem deseja prolongar sua vida.

A afirmação parte do estudo que observou que os homens que ingerem de 3 a 4 xícaras de café por dia aumentam em 10% a expectativa de vida. Ao passo que as mulheres, a variação sobre para 13%,

Qual é o limite saudável de ingestão da bebida para aproveitar todos os pontos positivos do café?

Cientistas que observam os pontos positivos do café recomendam ingestão máxima de três ou quatro xícaras por dia. Em números, cerca de 200 ml. O tipo de café, bem a mistura de variedade, não interfere nessa matemática.

Um número de doses maior que a recomenda pode surtir efeito contrário e dessa forma, cooperar com efeitos negativos à saúde física e mental, como por exemplo:

  • taquicardia;
  • insônia,
  • ansiedade;
  • náusea. 

A escolha, por sua vez, da bebida pode ser variável e a opção por cápsulas de espresso, lungo, ristretto, descafeinado, dentre tantas outras opções fica por conta do “freguês”. Evite o açúcar, assim como itens gordurosos a saber o creme de leite e o chantilly.

Por falar em opções, visite a loja virtual da Bicafé Brasil e selecione o time de cápsulas de café preferido. Assim, dá para variar em sabor, combinações e de nenhuma forma, abrir mão de tantos benefícios que uma boa xícara de café oferece. 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.