Café faz bem ou mal à saúde, descubra o que é mito ou verdade

Há muitos mitos e verdades sobre o café. Pois, alguns estudiosos acreditam que ele pode ser bom para a saúde. Porque desperta nossa atenção e auxilia no combate a depressão. Contudo, outros pesquisadores declaram o contrário.

Afirmam que a bebida quente causa problemas de arritmia, no trato intestinal e até insônia. Então, quem tem razão? Portanto, para descobrir se o café é um aliado ou um vilão, acompanhe esse artigo.

Confira aqui as verdades e mitos sobre a paixão dos brasileiros. Assim, fique bem informado e esclareça todas as suas dúvidas e curiosidades. Dessa forma, continue lendo, de preferência com um bom cafezinho em mãos.

O modo de preparar o café conta muito

Mesmo diante de muitas controvérsias, os pesquisadores parecem concordar em algo. Assim, o limite entre vilão ou aliado está na quantidade que a bebida é ingerida.

E a forma como ela é preparada. Afinal, tudo que é consumido em excesso faz mal. Inclusive, a cafeína pode desenvolver problemas, como:

  • Dor de cabeça;
  • Ansiedade;
  • Insônia;
  • Irritação.

Por outro lado, o modo de preparar a bebida também influencia. Porque os grãos de café possuem dois elementos químicos: o cafestol e o caveol. Contudo, esses dois são conhecidos por elevar os níveis de colesterol.

No entanto, quando você ferve a água, os grãos acabam perdendo um pouco dessas propriedades. Além disso, os filtros de papel também ajudam a conter o que resta desses elementos. Embora, o coador de pano não faça o mesmo.

O grão também não deve ser muito torrado. Pois, isso pode levar à perda de certas substâncias que fazem bem à saúde. Então, prefira o pó mais claro, do tom de chocolate, invés dos mais escuros.

Cafeína

Ela sempre foi vista como vilã. Porque altas doses desse elemento podem causar diversos problemas como ansiedade, estresse e insônia. Porém, apenas no caso de ingerir mais de 500 ml por dia.

O equivalente a quatro xícaras de café grandes. Entretanto, com doses moderadas, ela pode ser benéfica. Por exemplo, ela reduz a sensação de cansaço. Além disso, aumenta a circulação do sangue e acelera os pensamentos.

Um alerta para as mulheres grávidas: tome a bebida com moderação. Pois, em excesso, pode levar a abortos.

Por outro lado, uma xícara da bebida quente bem forte pode aliviar dores de cabeça. Aliás, muitos medicamentos dessa categoria contém cafeína em sua composição.

Vilão ou mocinho?

Essa fruta do cafeeiro contém diversos minerais, aminoácidos e lipídios essenciais. Dessa forma, são bons para a saúde. Além disso, ajuda a prevenir doenças como:

  • Mal de Alzheimer;
  • Cirrose;
  • Diabetes.

Algumas pesquisas afirmam que o café pode auxiliar no tratamento da depressão. Inclusive, do alcoolismo e das drogas também.

A diferença entre benefício e malefício da bebida está na quantidade. Portanto, moderação é a palavra-chave. A fim de evitar problemas como gastrite, taquicardia, desregulação do sono e mais.

O órgão regulador dos EUA, a FDA, classificou a cafeína como um elemento seguro. Desse modo, não faz mal à saúde, desde que consumida de forma limitada.

O indicado é não consumir mais do que 200 ml por dia. Ou seja, até quatro xícaras pequenas. Inclusive, é importante ter um intervalo de tempo de uma hora entre cada dose ingerida.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.