Café mais caro do mundo é feito de uma forma incrível, descubra nesse texto

 Muitas pessoas não sabem sobre a produção do café mais caro do mundo. Então, conhece-se pouco sobre esse tipo de café. No entanto, é possível notar que a curiosidade dos entusiastas desta bebida vem crescendo.

Desse modo, não é nenhuma surpresa que existem inúmeras variações deste elemento. Algumas são mais acessíveis, outras nem tanto. Porém, as conhecer torna-se interessante.

Portanto, esse artigo vai focar nas bebidas mais custosas que existem atualmente. Aqui você vai conferir mais sobre como elas são feitas. Você vai se surpreender com algumas coisas, acredite.

10- Los Planes

Cultiva-se em El Salvador. Então, ao experimentá-la, é possível sentir algumas notas frutadas. Além disso, sua produção acontece em uma propriedade familiar.

É composto pelo varietal Pacamara e seus grãos são grandes. Então, ocupando um dos pódios de café mais caro do mundo, pois o quilo custa U$ 40.

9- Café mais caro do mundo: Blue Mountain

Esse é o nome da cordilheira mais alta da Jamaica. A bebida produzida nessa região tem um toque suave e baixo amargor. Inclusive, o café é cultivado por agricultores familiares. Seu quilo custa em média U$ 200.

8- Santa Inês

Esse é um dos representantes brasileiros. Cultiva-se em Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira. Então, o cultivo acontece de maneira tradicional, com colheita seletiva.

A bebida possui certa acidez combinada com um pouco de doçura. Em sua história, por volta de 2006, vendeu-se uma saca por R$17 mil.

7- Café mais caro do mundo: El Injerto

Coleta-se e torra os grãos manualmente. Então, os produzem-se desde 1990 e também deriva de cultivo familiar. Assim, muitos comparam a textura desse café ao de um vinho.

O seu quilo já chegou a custar U$ 422. Por isso está no 7º pódio de café mais caro do mundo.

6- Café Santa Helena

Sua produção acontece na costa da África. O território desta região permite que as plantações sejam únicas. Além disso, a logística para transportar os grãos contribui para seu custo bem elevado.

5- Café mais caro do mundo: Monkey Coffee

É cultivado na Índia e possui uma particularidade. Ele é obtido com a ajuda de um animal. O macaco pega a planta, come a casa e cospe o grão. As enzimas envolvidas na digestão do bicho, contribuem para seu sabor diferenciado.

4- Jacu bird coffee

Esse tipo aqui é processado no Brasil e também conta com o trabalho de um animal. Dessa vez é um pássaro. Da mesma forma, ele expele os grãos e o processo de fermentação digestiva muda seu gosto.

Por isso, ele disputa o pódio de café mais caro do mundo, hoje encontra-se por R$ 1mil o kg.

3- Café mais caro do mundo: Kopi Luwak

Produzido na Indonésia, aqui a história é um pouco diferente. O animal, civita, ingere o grão e expele ele inteiro.

Então, o café é obtido das fezes do animal. Claro, em seguida ele passa por um processo de limpeza e torra. Assim, uma xícara dessa bebida custa em média U$ 95.

2- Hacienda La Esmeralda

É feito no Panamá. O café Geisha é cultivado em lavouras de altas altitudes. O que o torna especial, é o seu esquema de maturação. Ele é exportado para cerca de 27 países ao longo do globo. Então, em alguns países ele é vendido por US$ 400 uma xícara.

1- Café mais caro do mundo: Marfim negro

E finalmente chegamos ao primeiro lugar, o café mais caro do mundo. Aqui, os protagonistas são os elefantes. Os grãos são fermentados e todo o seu amargor vai embora. O quilo dessa bebida ultrapassa U$ 1000.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.