Café origem: entenda mais sobre a história do grão e da bebida

Café origem: entenda mais sobre a história do grão e da bebida

O café origem milenar tem registros de seu consumo por povos Antigos na África e ganhou espaço na cultura de outros povos ao longo dos séculos. Desde então, tornou-se tão popular que existe até uma data para comemorar o Dia Mundial do Café.

Onde surgiu o café origem?

Os registros indicam o café origem na África, em especial na Etiópia, bem como em regiões do Oriente Médio, dentre elas:

  • Iêmen;
  • Árabia Saudita;
  • Omã.

A partir desses países, o grão também chegou ao Egito e à Turquia, onde aliás foi aberta uma das primeiras cafeterias do mundo.

Qual o significado da palavra café?

O nome dado ao grão que prepara a bebida tem origem árabe, do termo Kaweh, que significa força. Mas, também há vertentes que atribuem a nomenclatura à palavra qahwa, que quer dizer vinho. 

As duas versões têm validade, uma vez que o café era conhecido como o vinho da Arábia, bem como, é um potente estimulante que dá energia para as tarefas diárias.

Café origem: entenda mais sobre a história do grão e da bebida
O café origem já era consumido desde a Antiguidade na África e Oriente Médio. Imagem de Adi Goldstein no Unsplash

Como o café origem chegou à Europa?

O café origem árabe ganhou a atenção dos europeus durante as expedições às Índias e Oriente Médio. Um dos primeiros países a introduzir o grão foi a Itália, onde surgiram as primeiras cafeterias da Europa.

Em seguida, a bebida passou a ser conhecida em outros lugares como Holanda, Espanha, França e demais países vizinhos. No entanto, ainda era um item de luxo por não ser nativo da região, então só os mais ricos tinham acesso à bebida.

Bebida popular no continente

O sabor marcante do café logo ganhou adeptos pela Europa, ainda mais para consumir quente no frio inverno do continente. Para não depender do monopólio dos produtores árabes, os europeus buscaram meios para fazer o plantio. 

Como o clima no continente não era propício, a solução encontrada foi levar mudas da planta para as colônias, em regiões onde hoje estão os países como:

  • Filipinas;
  • Índia;
  • Antilhas.

Como começou o café origem na América do Sul?

O café origem chegou à região sul-americana primeiro pela Guiana e Suriname, então colônias holandesas. A partir daí, iniciou-se também a produção no Brasil, pois havia um clima favorável, além de extensas regiões para plantio.

Mais tarde, o cultivo alcançou outros países da região, mas com menor expressão na produção, dentre eles:

  • Colômbia;
  • Equador;
  • Bolívia;
  • Peru.

Nessas regiões, é mais comum a presença de pequenas propriedades, com o cultivo manual. Além disso, a altitude em muitos casos torna mais difícil escoar a produção, mas produz grãos com sabores diferenciados.

O Brasil tem um papel de destaque no café origem?

O café origem no Brasil teve um início tímido, mas em pouco tempo se tornou o principal produto de exportação. Ainda hoje, o país está entre os maiores exportadores do grão, com alto grau de qualidade.

O início do plantio ocorreu ainda no século XVIII na região do Pará, que era mais próxima das colônias holandesas de onde vieram as primeiras sementes. Na sequência, tentou-se a produção em outras regiões do litoral e mais ao sul, onde hoje ficam Estados como:

  • Maranhão;
  • Bahia;
  • Rio de Janeiro.

Foi na região de Minas Gerais e interior de São Paulo, no entanto, que o plantio atingiu seu ápice em produção. Como resultado, trouxe o progresso para a região, com a construção de ferrovias para escoar a safra, por exemplo.

Como o principal produto do país, a cultura do café gerou riqueza para os grandes donos de terras e contribuiu para urbanizar regiões entre os Estados de Minas, Rio de Janeiro e São Paulo. Ainda, permitiu a mudança no eixo econômico para o centro sul do país.

Café origem: entenda mais sobre a história do grão e da bebida
No Brasil, o café origem teve o plantio em várias regiões, mas ganhou força em Minas e São Paulo. Imagem de John Schnobrich no Unsplash

O que mudou no café origem até os dias atuais?

A principal mudança no café origem até hoje foi a inclusão da tecnologia tanto no plantio como na colheita. Isso ocorre por meio de máquinas que conseguem retirar os grãos de forma rápida em grandes áreas. 

Os avanços no campo da Agronomia, como estudo e correção do solo, por exemplo, também permitem aumentar a produção por planta. Dessa forma, mesmo sem aumentar a área de plantio, o agricultor consegue ter um retorno maior.

Novas variedades

Os estudos genéticos trouxeram a chance de criar novas espécies, a partir da combinação de diferentes plantas, como o café arábica e robusta. Dessa forma, é possível obter mudas que se adaptam melhor ao clima de uma região.

Com isso, fica mais fácil aproveitar áreas que antes eram tidas como impróprias para o cultivo do grão. Além disso, aspectos como regime de chuva, temperatura e incidência do sol influenciam no sabor final, trazendo novas opções para o mercado.

Preparos diferentes

Com a popularidade do café, surgiram novas formas de preparo, que visam preservar ao máximo o sabor e o aroma do produto. Por isso, muitas técnicas e acessórios se tornaram comuns para os amantes da bebida, tais como:

Os cafés gourmet também ganharam espaço, por serem feitos a partir de grãos selecionados, com características especiais. Aliás, os adeptos da bebida investem cada vez mais em cursos para aprender a fazer e saborear da forma correta.

Qual a relação entre a Bicafé e o café origem?

A Bicafé traz o café origem para quem aprecia a bebida, em cápsulas práticas para consumir no dia a dia. Com opções diversas em cafés especiais de várias regiões, sem dúvida, é uma ótima opção para quem deseja provar novos sabores. 

Na loja virtual, é possível encontrar uma ampla variedade como a cápsula de café bio Honduras p/ máquinas Nespresso®, por exemplo. Com uma produção de baixo impacto ambiental na altitude, o produto traz um sabor marcante e aroma agradável.

Com embalagens menores, o cliente pode aproveitar para conhecer os sabores de cafés de várias regiões, sem gastar muito. Há opções de cápsulas compatíveis com as mais famosas cafeteiras do mercado, bem como a versão em grão, para quem quer moer na hora.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.