Café gelado: conheça essa bebida

Café gelado: conheça essa bebida

O café gelado não é aquele que esfriou na xícara. Mas, o que é preparado com o intuito de ser frio e não quente. Desse modo, é uma ótima opção para consumir em dias de muito calor.

Caso você esteja curioso, continue lendo esse post, a fim de saber como preparar essa bebida refrescante na sua própria casa. Além disso, saiba mais sobre sua origem e como é o consumo desse cafezinho no Brasil. 

Qual é a história do café gelado?

O café gelado é preparado a partir da bebida que é extraída quente com elementos frios, como cubos de gelo. Porém, além desse, há o cold brew, contudo, esse é feito diferente. Isto é, a água é fria e o procedimento de extração é mais lento.

O produto é encontrado engarrafado em qualquer cafeteria especializada. Assim, a origem do cold brew data de 1600 e surgiu graças aos holandeses. Eles faziam concentrados de café em água gelada. Dessa forma, eles o esquentavam mais tarde e bebiam.

Nesse mesmo período, a novidade chegou até os japoneses. Logo, começaram a preparar a bebida fria, como já faziam com o chá. Por fim, acredita-se que o cold brew tenha surgido por razões militares.

Café gelado e os brasileiros

Aqui no Brasil, essa bebida fria já tem alguns fãs. Mas, o conceito ainda causa confusão e estranhamento. Afinal, é da cultura brasileira associar café a algo quente e amargo. 

Mesmo sendo um país que possui altas temperaturas, esse líquido ainda enfrenta certa resistência. Portanto, é fácil dizer que os brasileiros ainda não se renderam ao café mais frio. Embora isso esteja mudando aos poucos.

Essa opção já está presente nos cardápios das cafeterias. Além disso, apesar da estranheza que causa, a curiosidade acaba sendo mais forte. Pois, o público termina experimentando o café gelado para saber como é. 

Algo que os brasileiros realmente estranham nessa bebida é o fato dela ser consumida pura. Por exemplo, o frappuccino, que é delicioso e as pessoas adoram. 

Isso acontece porque há outros ingredientes adicionados nele. Bem como em outros cafés do tipo. Contudo, o gelado é uma exceção nesse quesito.

Café gelado: conheça essa bebida
O café gelado é uma ótima opção para os dias quentes e possui vários modos de preparo. Imagem de Darina Belonogova no Pexels

Existe mais de um tipo de café gelado?

Para quem gosta de bebida gelada, o café gelado tem mais de um tipo, dentre eles, o iced coffee e o nitro cold. Portanto, precisa experimentar cada um desses.

O primeiro deles é o Iced Coffee, o seu preparo é feito em altas temperaturas. Em seguida, ele é resfriado com gelo. Por outro lado, no cold brew, o processo é feito somente em água fria. 

Já o Nitro Cold é como o anterior, só que gaseificado. Ou seja, “bolhas” são visíveis na bebida. Logo, isso acontece devido à carbonatação.

No Brasil, ele não é tão popular ainda. Entretanto, nos EUA, Austrália e Japão, por exemplo, aprecia-se muito esse café.

Entre 2014 e 2015, o número de vendas dessa bebida cresceu 115% entre os americanos. Isto é, 20% dos apaixonados por café provaram e aprovaram essa versão gelada.

Como fazer café gelado?

A receita de café gelado é bem simples e prática, já que requer apenas um cafezinho de qualidade, água e gelo. Então, acompanhe abaixo os ingredientes e o modo de preparo.

  • Um recipiente com 300g de gelo;
  • 32g de café especial;
  • 300g de água quente.

É só passar o café sobre o gelo e servir. Dessa forma, uma sugestão é adicionar uma fatia de laranja, além de consumir enquanto está bem geladinho. Assim, fica saboroso e refrescante.

Como servir essa bebida e torná-la mais especial?

O café gelado pode ser servido em copos altos, que evidenciam as cores da bebida, com alguns cubos de gelo e um canudo para tomar. Para dar um toque mais refrescante também é possível adicionar outros elementos como:

  • rodelas de laranja;
  • folhas de hortelã;
  • licores.

Leite gelado ou sucos também podem combinar bem com a bebida e alteram a coloração, que fica ainda mais bonita na hora de servir. Para finalizar, uma sugestão é colocar chantilly por cima para decorar, além de ficar mais cremoso quando misturado.

Os pratos que harmonizam bem com a bebida

Além de ser delicioso sozinho, a receita acompanha bem um lanche da tarde com pães, bolos ou tortas. Também, no café da manhã pode combinar com um misto quente ou mesmo uma omelete, por exemplo.

Quais os melhores horários para tomar café gelado?

O café gelado pode ser uma boa opção para um lanche da tarde, quando o dia costuma estar mais quente. Mas, para quem gosta de uma bebida revigorante logo pela manhã, pode incluir na primeira refeição, inclusive como pré-treino.

No período noturno, o consumo desse tipo de bebida não é indicado, porque a cafeína pode atrapalhar o sono daqueles mais sensíveis. Uma alternativa nesse caso é optar pelo café descafeinado para o preparo, que preserva o sabor, sem a restrição quanto ao horário.

Café gelado: conheça essa bebida
O café gelado é ideal para dar mais energia durante o dia, além de acompanhar bem um lanche da tarde. Imagem de Fan Crosby no Pexels

Quais países consomem mais café gelado?

A Grécia é um dos países onde o consumo do café gelado é mais comum, com adição de leite e cubos de gelo. Também há muita variedade de receitas como o frappuccino e fredoccino, em que a bebida é batida com ingredientes como:

  • sorvete;
  • mel;
  • cacau em pó.

O resultado é uma textura cremosa e refrescante, ideal para os dias mais quentes durante o verão mediterrâneo.

Na Austrália, tomar o café frio também é um costume muito popular, por isso, é possível encontrar essa opção em cafeterias e redes de fast food. Como o país tem estações nas quais a temperatura sobe bastante, então uma bebida gelada é sempre bem-vinda. 

Quais os benefícios do café gelado?

O café gelado ajuda a acelerar o metabolismo, porque além da presença da cafeína, a baixa temperatura deixa o sistema nervoso mais desperto e requer uma queima de calorias maior mesmo em repouso para esquentar o corpo novamente.

Ele também serve como forma de hidratação, em especial quando a receita leva poucos ingredientes, como café e cubos de gelo. Além disso, traz uma sensação de frescor e ajuda a equilibrar a temperatura corporal em dias mais quentes.

Melhora a digestão

No preparo quente, o café passa por uma fermentação mais intensa, por isso, fica mais ácido. Já na versão gelada, conforme o método escolhido, é possível obter um resultado mais suave, o que reduz o risco de problemas como:

  • azia;
  • refluxo;
  • indigestão.

Regula a diabetes

Tomar café gelado ajuda a manter o nível de açúcar no sangue sob controle, o que é essencial para quem possui diabetes do tipo 2. Para isso, é claro, o correto é ingerir a bebida sem açúcar, bem como sem outros ingredientes com alto índice calórico. 

Outro ponto positivo é que ele atua como regulador do intestino, o que faz com que a digestão ocorra de forma mais lenta. Dessa forma, os níveis de glicose se mantêm estáveis por mais tempo.

O café gelado tem menos cafeína do que o quente?

Não há grande diferença na cafeína presente no café gelado ou quente, mas conforme o preparo e ingredientes o que muda é o percentual do grão na receita. 

Ao misturar com leite, sorvete ou outros itens, é natural que a pessoa se sinta satisfeita mais rápido, ao contrário daquela que toma apenas o café preto simples.

Essa é uma bebida calórica?

O índice calórico vai depender dos ingredientes adicionais que cada um adiciona à receita. Afinal, o café simples com gelo e uma rodela de laranja, não representa um problema na dieta, desde que não esteja adoçado. 

Já as opções que levam leite ou alimentos como sorvetes e licores, ganham uma dose extra de açúcar. Por isso, o ideal é consumir com cautela, para aqueles que buscam uma alimentação mais equilibrada.

Café gelado: conheça essa bebida
Café gelado feito com expresso é uma ótima pedida. Imagem de Thomas Vimare no Unsplash

Como é o método frozen para fazer café gelado?

Essa técnica usa cubos de café gelado, que podem ficar no congelador por vários dias, batidos com leite. O resultado fica com uma textura parecida com o frapê, mas com menos calorias porque não leva sorvete.

Outra vantagem é que permite aproveitar o café que não seja consumido no momento do preparo, para evitar o desperdício.

Fazer café gelado com expresso é uma boa opção?

O café gelado feito com expresso pode combinar a intensidade do produto com a adição de outros ingredientes. Por isso, se torna uma boa escolha para aqueles que têm dificuldade em adaptar o paladar para o sabor mais amargo.

Também existem alguns tipos de café em cápsula que já vem com combinações prontas para tomar gelado, bastando adicionar o gelo, como, por exemplo, os lattes:

  • café au lait;
  • espresso macchiato. 

Essa opção traz a praticidade das cápsulas, para preparar uma porção única nos momentos que precisa de um café para dar energia, sem ter que ficar à procura de outros ingredientes. Além disso, permitem consumir tanto quente como gelados, basta acrescentar o gelo.

Conheça a loja da Bicafé

A Bicafé oferece uma ampla variedade de cápsulas de café, bem como bebidas prontas, que são compatíveis com as principais cafeteiras do mercado. Dessa forma, o cliente pode adquirir vários sabores para ter mais opções de escolha na hora de apreciar a bebida.

Para aqueles que não abrem mão dos clássicos, também há os tradicionais expresso, além da embalagem com o produto em grão. Assim, é possível usar em cafeteiras ou ainda com moedores eletrônicos para o preparo com mais tempo. 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.