Barista segurando xícara de Café complexo espresso com leite

O que é um café complexo? Entenda mais sobre

Saiba o que é um café complexo, como obter a complexidade e o que significa um cafeinado especial. Portanto, se você é um entusiasta e gosta de degustar, vai adorar este conteúdo. Sendo assim, confira tudo que precisa saber sobre este assunto. 

O que é a complexidade do café complexo? 

Este é um termo de degustação de café que descreve um café complexo cujas sensações gustativas mudam e se sobrepõem agradavelmente, dando a impressão de:

  • profundidade;
  • ressonância.

Com isso, ele traz uma mistura de sabores e aromas que o tornam único e especial, capaz de conquistar os paladares mais apurados. No entanto, como existem vários tipos e nacionalidades de cafeinados pelo mundo, cada um tem sua própria complexidade.

Você sabe o que é café complexo?

O café complexo refere-se às nuances de aromas e sabores, aliás, de todo o processo, do cultivo à xícara, que usa café de origem única. E também à forma de como se produz o mesmo. Esses tipos não devem ser confundidos com o café gourmet ou premium.  

De acordo com definições da SCAA (Specialty Coffee Association of America), ele “refere-se aos cafeinados verde da mais alta qualidade, em seu maior potencial de sabor por verdadeiros artesãos e, em seguida, preparados conforme os padrões da SCAA”.

O café especial vende diferente do café comum

A maioria dos produtores que vendem cafés especiais têm um objetivo em mente, isto é, ser o mais transparente possível quando se trata de vender e compartilhar seus produtos.

Eles querem que você saiba de onde vem. Não apenas isso, querem que saiba os nomes dos fazendeiros com quem eles trabalham, para se conectar à sua cafeína, o que é importante para conhecer as histórias e seu trabalho árduo.

Ele é tão especial, porque valoriza a sustentabilidade, a qualidade, a cooperação e o mais importante, as pessoas. Além disso, busca ser um café complexo e surpreendente.

Xícara de café complexo ao lado de xícara menor sobre pires branco, com doce em colher e ao lado de copos de água sobre mesa de madeira em cafeteria
O café complexo é especial e vendido como um produto de luxo, pois, além do seu sabor inigualável, tem boa procedência. Imagem de Susanne Jutzeler, suju-foto do site Pexels.

Quais são as maneiras de obter um café complexo de sabor?

Existem muitas maneiras de criar um café complexo por meio de vários processos. Um deles é saber o que ele tem a oferecer no quesito sabor, então, isso permite determinar se é uma bebida que tem mais acidez no café

Um bom exemplo seria um café africano de processamento natural versus um da América Central processado por lavagem. Este primeiro, no caso, é provável que seja mais brilhante e claro, já o segundo, mais escuro e pesado. 

Conhecê-lo de forma individual e o que ele tem a oferecer permite manipular os precursores de gosto para produzir os sabores e a complexidade que se deseja.

Acidez do café complexo

O café tem naturalmente muitos ácidos e muitos precursores para produzir ainda mais durante o processo de fabricação. No entanto, os presentes no produto são frágeis e se decompõem em temperaturas mais altas. 

Caso queira ter esses sabores no café, é preciso que ele fique mais claro, porque quanto mais escuro, mais tempo essas substâncias ficam expostas às altas temperaturas e mais se decompõem em outros componentes diferentes, ou seja, com sabores mais pesados. 

Reação de Maillard

Sabe-se que os sabores produzidos pela reação de Maillard são caramelo, noz e malte. Além disso, é responsável por gerar a grande maioria das nuances de gosto que se associa ao café. 

Com isso, quanto mais longo ou mais profundo deixar que ela prossiga, mais dessa classe de gostos terá, assim, chegará a um café complexo. 

Isso terá um preço, já que perderá em clareza e continuará decompondo ácidos, logo, a complexidade será ainda maior em uma única classe de sabores, aqueles feitos pela reação de Maillard, como:

  • caramelo;
  • noz;
  • malte.

Grau claro ou escuro

A fabricação em um grau escuro ou em uma moagem uniforme contra a cor do café inteiro destrói os sabores mais claros e brilhantes. Assim, passa mais tempo no ponto doce para a reação de Maillard desenvolver sabores mais pesados e escuros. 

Caso queira uma xícara mais alva, deve-se garantir que o processo seja quente e rápido, para gerar uma maior diferença entre as cores dele inteiro ou preservar mais os sabores mais notáveis presentes.

Para algo mais escuro, deve desacelerar tudo e passar mais tempo no ponto ideal de Maillard (150°-190°C). Desse modo, irá gerar mais sabores de caramelo, malte e nozes. 

Pode até se aventurar no lado mais profundo, a fim de gerar mais sabores do tipo pesados, escuros, carbonosos e amargos, se assim o desejar:

  • para um café complexo claro: deixe-o mais quente e mais rápido;
  • com uma complexidade do café escura: mais devagar e em temperatura mais baixa.
Barista colocando leite em cafpe espresso fazendo Café complexo
Junte todas as dicas e terá o seu café complexo com todas as nuances desse produto inigualável, pois, o seu sabor e aroma são inesquecíveis. Imagem de Chevanon Photography do site Pexels.

Para quem um café complexo é bom?

Um café complexo é bom para os entusiastas da bebida. Ou seja, aqueles que têm uma paixão pelo ramo e fazem da degustação mais apurada um hobby. Além disso, eles são ótimos para os:

  • gastrônomos e apreciadores de bebidas artesanais;
  • exploradores de culturas.  

Na realidade ele é uma ótima opção para qualquer pessoa que busque uma experiência sensorial única. Desse modo, diversas pessoas pelo mundo buscam por cafés com alto nível de complexidade. 

É bom saber que quase todas as regiões do mundo possuem versões complexas da bebida. Isso porque, por uma questão cultural, sempre há versões com ingredientes únicos, que acentuam ainda mais o gosto dessa bebida. 

Via de regra, essa experiência é composta por café sem açúcar. Afinal, com isso, será possível sentir todas as notas de forma intensa e completa. Inclusive, por isso, a degustação é indicada até mesmo para quem sofre com a diabete ou doença similar. 

Como elevar a experiência ao provar a bebida?

Para elevar a experiência ao provar a bebida, primeiro você deve estar com o paladar limpo. Desse modo, não prove logo após comer ou beber alguma coisa que não seja água. Assim, será possível identificar todas as notas presentes. 

É bom sempre provar com calma. Ou seja, saboreie de forma lenta para conseguir ter uma experiência completa. Além disso, é interessante sentir o aroma antes de provar o gosto. Isso porque, essa ação cria uma expectativa na mente, que eleva a sensação. 

Ao seguir apenas essas dicas, será possível aproveitar tudo que essa bebida tem para oferecer. Portanto, vale a pena tentar segui-los sempre que possível antes de iniciar o processo de degustação. 

O que é um café complexo? Entenda mais sobre
Várias versões do café complexo são produzidas em cafeterias ao redor do mundo. Imagem do Freepik.

Quais são os melhores acompanhamentos para um café complexo?

Um dos melhores acompanhamentos para um café complexo é o chocolate meio amargo. Aliás, essa é uma combinação clássica, que consegue ressaltar as notas de cacau e toques frutados da bebida. Mas, caso não seja uma boa opção, invista em:

Em algumas opções de bebida, apenas polvilhar canela ou noz-moscada, já torna a experiência completa. Assim, você não precisa de um acompanhamento, o que torna a melhor opção para quem não está com vontade de comer naquele momento. 

Bolos e doces

Os bolos e doces, podem complementar o sabor do café. Desse modo, vale a pena investir nas versões de baunilha, caramelo e frutas. Mas, como foi dito, a primeira degustação da bebida deve ser feita antes de consumir qualquer alimento.

Queijos

Os queijos com sabores intensos, como o azul, cheddar ou até mesmo o de cabra, podem ajudar a contrastar os sabores do café. Assim, eles oferecem uma experiência complexa, que inclusive, costuma agradar mais paladares específicos. 

As receitas salgadas com café que levam queijo combinam muito bem. Então, o clássico e simples pão na chapa já irá elevar a sua experiência. Mas, se quiser, pode investir em outras mais complexas como o croissant. 

Frutas frescas

As frutas frescas como morango, uva, maçãs e peras são acompanhamentos clássicos. Mas, é bom saber que via de regra, ela contrasta melhor com as versões das bebidas mais amargas.

Nenhum desses acompanhamentos mascaram que, a sua experiência só será boa se o café for de qualidade. Portanto, escolha empresas que forneçam sempre o melhor para os seus clientes, como a Bicafé.

A Bicafé investe em qualidade e versatilidade. Desse modo, em sua loja, você vai encontrar várias versões da bebida em grão e em capsula, que fornecem sensações únicas e complexas, como a linha completa Delta Q.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.