Conheça a real história do café com leite e saiba mais sobre a bebida

Uma bebida popular no mundo todo, o café com leite tem uma história cheia de mistério. Isso porque, sua origem, assim como a do expresso, se espalhou pelo globo ainda não tem uma resposta certa. Então, confira este artigo a seguir para saber tudo sobre ele.

Origem do café com leite

A história mais contada é a de ele teve origem na Europa no século XVII. Nessa época, a bebida energética estava se tornando popular entre os países europeus. Em seguida, quando chegou nas regiões que produziam leite, a mistura aconteceu.

Há quem diga que a ideia surgiu para aproveitar os benefícios dos dois ingredientes. Isto é, a energia fornecida pelo pretinho e o valor alimentar do leite. 

Até então, a bebida não se estabeleceu muito bem pois nem em todos os lugares havia produção de leite. Desse modo, somente quando os italianos criaram o cappuccino é que ela ganhou fama.

Outras teorias de origem

De acordo com o historiador brasileiro José Teixeira Oliveira, foi um holandês que inventou a mistura. Segundo ele, Johann Jacob Nieuhof conheceu na China, em 1655, uma bebida de leite com chá.

Ele estava em uma viagem em busca de especiarias e ao retornar para a Europa apresentou a receita aos outros. Porém, ao invés do chá, ele adicionou café no lugar e a ela caiu no gosto dos alemães.

Foto: O cappuccino é uma das versões mais conhecidas do café com leite

Contexto histórico

O leite com chá que Nieuhof conheceu na China, na verdade, era usado pelos chineses para tratar tuberculose. Afinal, naquela época ainda não se tinha um conhecimento mais avançado em anatomia.

Apenas a partir dos séculos XVII e XVIII que a doença foi melhor compreendida. Assim, tratamentos mais eficientes foram surgindo com o tempo. Dessa forma, pode-se dizer que o café com leite foi inspirado a partir de uma tentativa de tratar os tuberculosos. 

Como o café com leite chegou ao ocidente?

A ocupação de países africanos e asiáticos pelos europeus por meio do neocolonialismo, levou o pingado ou média pelo mundo. Em seguida, ficou popular principalmente pelo cappuccino nas áreas urbanas.

Em zonas rurais, a mistura do cappuccino era mais difícil. Então, nesses locais apenas se misturava o leite integral com o pretinho comum. Aliás, por ser uma receita mais barata, ficou bem popular em cidades pequenas.

Mais tarde, ainda com as colonizações europeias, a bebida chegou até América. Do mesmo modo, acompanhando o comércio de importação do café. Dessa maneira, a receita foi se espalhou pelo globo e ganhou várias versões.

Com novas tecnologias foi criado o leite em pó nos anos 50, o que tornou a bebida ainda mais acessível. Nesse sentido, ele pôde ser usado em regiões onde não se produzia leite.

Chegada ao Brasil

Acredita-se que a bebida chegou no Brasil  no século XVIII. Porém, não se sabe exatamente como aconteceu, a não ser que se tornou popular como em outros lugares.

Variações de consumo do café com leite

Por ser uma das bebidas mais consumidas do mundo, é normal que existam várias formas de se tomar café com leite. Nesse sentido, algumas delas são consumidas em vários países enquanto outras são regionais..

Cappuccino

Uma das versões mais consumidas, o cappuccino clássico é feito da mistura espresso, leite quente e espuma de leite. Desse modo, diferente das de hoje, essa receita não leva chocolate.

Pingado

O pingado é feito com um copo de leite com uma quantidade pequena do pretinho, ou seja, um “pingo”. Assim, costuma ser consumido no lanche da manhã e geralmente é servido num copo americano.

Média

Essa versão é feita com espresso, leite vaporizado e com a espuma do creme do leite. Porém, mesmo que se pareça com o cappuccino, ela é um pouco menos grossa que ele.

Cortado

Diferente do pingado, o cortado possui uma maior quantidade de bebida energética do que de leite. Além disso, é conhecido também como Latte em outras partes do mundo.

Mocha

A receita do mocha, como as outras, leva espresso, espuma de leite e leite vaporizado. Todavia, ela também inclui calda de chocolate e a bebida é servida sem misturar os ingredientes.

Propriedades da bebida

Como o café com leite não é uma bebida só e sim uma mistura, suas propriedades são as que vêm de ambos. Então, confira a seguir os nutrientes presentes neles e seus benefícios para o corpo.

Cálcio

Muito importante no crescimento das crianças, o cálcio fortalece os ossos e auxilia na sua manutenção. Além disso, participa das funções enzimáticas do corpo e da coagulação do sangue.

Proteína

Vital para o funcionamento de várias áreas do corpo, as proteínas têm diversas funções. Por exemplo, ajudar no sistema de defesa, oxigenação do sangue, recuperação de energia e na composição dos hormônios.

Cafeína

A cafeína  atua no sistema nervoso central e também aumenta o metabolismo. Por isso, se usa muito para estudar, a fim de acelerar o coração e aumentar sua capacidade de trabalho.

Vitamina B

A vitamina B também está muito presente no café. Desse modo, é boa para o metabolismo, prevenção de doenças e para o sistema nervoso. 

Vitamina A

Faz parte da composição do leite e ajuda a prevenir infecções, bem como é importante para a pele agindo na reparação de seus tecidos, além de ser boa para a visão.

Antioxidantes

Os antioxidantes são essenciais para a prática de exercícios físicos. Isso porque, eles melhoram o desempenho de qualquer esforço feito pelo corpo.

Por que o café com leite é tão popular?

A resposta para essa pergunta não tem muito segredo, essa é uma bebida fácil, simples e gostosa. Afinal, há muitas receitas com café que envolvem ambos, como o pingado, média, cappuccino e expresso.

É uma bebida prática e rápida, e perfeita para aqueles que querem algo além do tradicional café. Inclusive, ela é tão querida no Brasil que inspirou o nome de uma medida política do país, nos séculos XIX e XX.

Foto: O consumo do café com leite surgiu na Europa e se espalhou por todo o mundo

Política do Café com Leite

Durante o período da República Velha no Brasil, foi feito um acordo entre o governo federal e as oligarquias estaduais. Dessa maneira, o acordo dizia que os presidentes da República deveriam ser escolhidos entre os candidatos de Minas Gerais ou São Paulo.

Por esse motivo, foi dado o nome da bebida a essa política. Porque, enquanto São Paulo era um grande produtor desse grão, Minas era produtor de leite. Ou seja, foi uma alusão feita à economia dos dois estados.

O café com leite como expressão linguística

Você já pôde ver no tópico anterior como essa bebida é popular e presente na história do país. Dessa forma, se tornou até mesmo uma gíria da língua portuguesa que marca presença até mesmo fora da culinária.

A expressão café com leite significa que não se pode participar de uma ação ou assumir uma posição neutra. Assim, foi muito popularizada em brincadeiras infantis, por exemplo, em que a criança com esse título não afetava os jogos.

Outras formas de consumir o café com leite

Há várias opções para se fazer essas bebidas de forma instantânea, hoje o café com leite pode ser feito por meio de cápsulas, por exemplo. Isto é, as máquinas de café deixam a bebida pronta em poucos segundos.

Origem das cápsulas

Pode parecer que essa tecnologia é recente, mas seu uso teve início em 1986. Em 1975, o engenheiro da Nestlé, Eric Favre, pensou em criar uma forma mais prática de fazer o café após observar alguns baristas.

Ele passou os 10 anos seguintes desenvolvendo a ideia e então surgiram as cápsulas de café. Desse modo, as máquinas usavam água e ar pressurizado para preparar a bebida.

As vendas decolaram quando fazer um espresso se tornou possível nas residências e não só nos bares. Assim, com o passar das décadas várias empresas começaram a vender suas próprias cápsulas.

Atualmente, se pode preparar em casa várias versões da mistura mais querida no país. Por exemplo, o próprio cappuccino ou até mesmo o latte. Dessa forma, nem é preciso ir até uma cafeteria para degustar sua variação favorita desse clássico.

Café com leite e cápsulas: uma invenção moderna

A fabricação de cápsulas tem se tornado cada vez mais eficiente para agradar ao público consumidor. Isso porque, com mais pessoas consumindo, mais exigentes elas se tornam. Nesse sentido, as empresas estão sempre tentando inovar em seus sabores.

Não só com relação ao sabor, as exigências também envolvem sustentabilidade. Então, tem se pensado muito a respeito do impacto ambiental das cápsulas. Dessa maneira, buscam soluções para minimizar esse impacto.

Cuidados com o ambiente

Esse é um fato muito interessante, pois demonstra a gama diversa de pessoas que consomem a bebida. Ou seja, desde aquelas que apenas desejam degustar algo melhor, até aquelas que são ativas em questões do meio ambiente.

A história do café com leite vai muito além de informações sobre sua origem. Afinal, essa mistura teve um impacto muito maior na sociedade do que se pensa. Principalmente, entre os brasileiros, um alvo de apreciação em diversas formas e entre vários públicos. 

Conheça a Bicafé

A Bicafé é uma empresa que vende cafés em cápsula de sabores variados, inclusive a versão tão amada com leite. Dessa forma, vale a pena conhecer a loja e escolher as melhores opções para apreciar com família e amigos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.