História do café: Como surgiu a bebida mais amada do Brasil

 

A história do café é um assunto que chama atenção de muitas pessoas. Essa planta e sua bebida são populares em todo o mundo, praticamente. A sua trajetória é bem longa e cheia de migrações.

Assim, é importante saber que cada local possui uma particularidade com relação a essa planta. No Brasil, esse padrão também se repete. Inclusive, até hoje o povo brasileiro é conhecido por sua paixão por café.

Portanto, o intuito desse artigo é te guiar na narrativa deste elemento. Veja aqui onde ele se originou e como foi sua chegada em terras brasileiras. Confira ainda, um pouco sobre o processo de modernização e onde encontrar essa bebida.

A origem do café

Ele é originário da Etiópia, nas terras altas, mais especificamente em Kaffa. No entanto, a palavra tem origem árabe. De acordo com a história do café, ela vem de qahwa e significa vinho. Existe uma lenda que relata a experiência de um pastor Kaldi chamado com a planta.

Segundo ela, ele notou que quando as suas cabras se alimentavam do cafeeiro elas ficavam mais alerta. Sendo assim, ele mesmo decidiu provar e sentiu o mesmo. Então, acredita-se que foi daí que seu uso começou a se espalhar na região.

Na África, estima-se que os povos já eram familiarizados com a planta desde à Antiguidade. Eles a usavam para dar forças aos seus guerreiros. Então, cada local tem sua própria história com esse elemento tão famoso.

História do café: as lavouras no Brasil

No ano de 1727, houve uma missão para conseguir mudas da planta para o Brasil. O sargento Francisco Palheta foi o responsável por ela. Nesse período esse elemento já tinha uma importância comercial enorme. E assim, começa a história do café no território brasileiro.

Então, ele foi até a Guiana Francesa, conseguindo umas amostras de café-arábico. No primeiro momento, elas foram plantadas pelas regiões Norte e Nordeste. Porém, o clima não contribuiu muito. Assim, uma nova tentativa foi feita no Sudeste. Essa última obteve sucesso.

Depois disso, o negócio começou a crescer no Brasil e forma exponencial. Em 1850 o café já era uma das grandes fontes de receita do país. Inclusive, isso teve grande influência na popularização dessa bebida.

História do café e suas modernidades

Essa bebida passou por um processo de ocidentalização muito forte. No começo, a igreja não aprovou seu uso. No entanto, todos os esforços para impedir seu consumo foram falhos. A história do café estava destinada a continuar por muitos anos.

Então, com isso, foi surgindo a necessidade de criar novas técnicas de produção da bebida. Desse modo, em 1884, Angelo Moriondo inventou o primeiro protótipo da máquina de café. Com isso, cada vez mais esses processos foram se aperfeiçoando.

Assim, hoje se tem a venda de cápsulas de café. A variedade dessa bebida é tamanha que abrange quase todos os gostos. A BICAFÉ Brasil é uma empresa que vende esses produtos. Eles são dos mais diversos e compatíveis com várias cafeteiras. Confira abaixo.

Cápsulas para Nescafé Dolce Gusto ®️:

  • Espresso (intensidade 12);
  • Ristretto (intensidade 10);
  • Gourmet (intensidade 8).

Pronto, essa foi a história do café. Não esqueça de conferir as opções da BICAFÉ e escolher as que mais lhe agradam. Se você não curte muito esta bebida, dê uma chance e experimente outras variedades dela. Pode ser que você mude de ideia.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *